Plataforma de Produtos Digitais – Entenda como Funciona e Dicas a Respeito

plataforma-e-commerce001 O que é uma plataforma de comercialização de produtos digitais?

Imagine um local onde você pode ter acesso para comprar (adquirir), disponibilizar para venda e promover produtos digitais em formatos diversos acessíveis via internet para todo consumidor.

Então, essa é uma visão de como funciona uma plataforma eletrônica de vendas ou plataforma de e-commerce.

Elas existem para diversos fins. De maneira mais pontual, tem por objetivo:

1 – Proporcionar a qualquer tipo de pessoa que queira começar a trabalhar com vendas de produtos digitais pela internet.

Ou seja, você cria uma conta (gratuita!), se afilia a produtos e começa a divulgá-los. Das vendas que ocorrerem, você receberá comissões, as quais mediante um “teto” serão transferidas para a conta bancária que você estipular.

Porém, esse é apenas o ponto de partida. Para que você possa promover os produtos digitais os quais você se afiliou, é necessário que você tenha um canal, uma via por onde isso vai acontecer.

Hoje os mais comuns são: Ter um blog ou site, através das mídias sociais e mediante um Canal no Youtube.

2 – Outra maneira é por meio de você se tornar um produtor.

Antes de tudo, aqui você também cria a sua conta de forma gratuita em uma plataforma.

Porém, suas ações seguiram por outro caminho. Você desenvolve e cria um produto de certa relevância que vá atender a uma necessidade específica de um determinado grupo de pessoas.

Registra seu produto na plataforma e disponibiliza a fim de que as vendas aconteçam ou outros afiliados venham a promovê-la.

Além disso, você ainda tem um suporte muito eficiente da parte de cada uma delas e também um programa de afiliados que gerencia todos os recebimentos e pagamentos que vierem a acontecer.

Em qual plataforma posso criar minha conta?

Você pode criar uma conta em qualquer uma das plataformas existentes hoje no mercado.

Apenas procure se informar quanto às cláusulas existentes em cada uma delas.

Veja a que melhor se adequa a sua maneira de trabalho e “mãos a obra”!

plataforma-ecommerce003

Hoje existem várias plataformas atuando no mercado. A principal delas e mais utilizada pelos profissionais da área é a Hotmart, seguida pela Eduzz e depois a Monetizze.

Porém, para que o artigo não fique muito extenso e você possa acompanhar os que estão por vir, hoje vou me limitar em falar apenas das dicas e algumas informações que você precisa saber.

Mas fique tranquilo, posteriormente vou abordar cada plataforma na sua particularidade.

Muitas pessoas desejam iniciar e ter seus resultados com seus negócios, entretanto, não sabem precisamente como e o que fazer para atingirem seus objetivos.

Sendo assim, vou mostrar abaixo algumas dicas, dicas estas que são muito fáceis e que funcionam; que vão te ajudar tirar o maior proveito das plataformas para você obter êxito em seu trabalho online.

Porém, aqui quero deixar uma dica. Coloque tudo o que ler em prática. Pois os resultados é o fruto da soma de conhecimento + prática + tentativas + determinação.

RESULTADOS = CONHECIMENTO + PRÁTICA + TENTATIVAS + DETERMINAÇÃO

Então vamos as Dicas e as Informações que você precisa saber

# 01 – A escolha do nicho ideal

Bem, antes de tudo, antes mesmo de você criar a sua conta em qualquer uma das plataformas que mencionei acima, é fundamental e de suma importância que você entenda e saiba o que é um nicho e em qual pretende focar.

Nicho nada mais é do que uma pequena parcela da população, um grupo de pessoas com um problema (dor) ou desejo (prazer) específico e em comum.

plataforma-ecommerce003

É importante ressaltar que as plataformas em sua maioria, possuem uma quantidade muito, mas muito diversificada de nichos para se trabalhar.

E é exatamente aqui que a maioria dos afiliados comete seu erro.

Todos os assuntos que você imaginar, você vai encontrar um produto específico que é comercializado e voltado para ele. Isso já chega quase a casa dos 100%.

Portanto, na hora de escolher seu nicho, procure um assunto que tenha uma ligação com você, seu gosto. Que você se sinta bem em lidar com ele.

# 02 – Sem Cadastro, nada feito!

Feito isso, agora sim podemos partir para a segunda etapa que é se cadastrar na sua plataforma:

Sem esse cadastro, nada pode ser feito.

*** Hotmart => https://www.hotmart.com/pt/

*** Eduzz => http://eduzz.com/

*** Monetizze => https://www.monetizze.com.br/

plataforma-ecommerce002

Em todas elas, clique em acessar ou cadastre-se. Preencha com os seus dados e pronto.

Tudo é muito fácil e intuitivo. Você não terá dificuldades. Todo é muito bem explicado.

Estarei abordando detalhadamente em artigos distintos, o passo a passo de cada plataforma.

Uma vez cadastrado, você terá acesso a todas as informações da plataforma, as quais vão te ajudar em todo o processo que for atuar. Seja como Afiliado, Produtor ou Ambos.

# 03 – Produtos Digitais: Que “bicho” é esse?

Beleza, você já sabe o que é uma plataforma, entendeu e já deve ter escolhido o nicho que vai atuar. Mas afinal, ficou bem claro o que vem a seu um produto digital ou infoproduto?

Para que não fique nenhuma dúvida, vamos lá então.

plataforma-ecommerce004

Infoproduto ou produtos digitais praticamente é todo e qualquer material que pode ser entregue gratuitamente ou comercializado (vendido via plataforma) em formato digital.

Seguem alguns exemplos: PDF’s (E-books, manuais, textos, planilhas, check-list, etc), vídeo aulas, templates, plugins, podcasts (áudios) e imagens (gráfico, mapas mentais, infográficos, etc).

Como o nosso foco são as plataformas, aqui os produtos digitais serão vendidos por um preço (definido pelo produtor) e vão solucionar algum tipo de problema das pessoas.

# 04 – Afiliado ou Produtor? Eis a questão.

Apesar de já ter dado algumas “pinceladas” a respeito do assunto logo no começo, vamos aqui esclarecer um pouco mais.

plataforma-ecommerce005

Na plataforma, você pode atuar em duas vertentes: Uma como Afiliado e a outra como produtor. Porém existem pessoas que atuam em ambas as vertentes.

As opiniões se divergem muito, pois existem vantagens e desvantagens quanto a trabalhar em qualquer uma delas.

Inicialmente, até pela falta de conhecimento, a maioria das pessoas começa a trabalhar como Afiliado. E é exatamente aí que começam as divergências.

Pois vejamos o que dizem:

– poder trabalhar com uma variedade maior de produtos e também não precisar lidar com o comprador e nem oferecer-lhe suporte. Apesar de hoje eu ver isso de outra forma.

Digo isso porque esse papel de contato direto e suporte ficam mais por conta do produtor, entretanto a coisa tem mudado muito de uns tempo para cá.

– poder iniciar seu trabalho de divulgação com ou sem blog, além das mídias sociais. Mas afirmo aqui que um blog é essencial – Defendo minha opinião nesse artigo que publiquei => 7 Bons Motivos para se Ter um Blog

– Além de você não precisar ter necessariamente um produto criado para poder começar a ganhar dinheiro.

Em contrapartida, os que defendem a ideia de ser produtor justificam o seguinte:

Foco, Impacto e Criatividade

Insira o seu endereço de e-mail abaixo para receber gratuitamente a atualizações do blog!

– Você usufrui de toda a estrutura da plataforma no tocante a:

  • Armazenamento das informações do produto;
  • Suporte para possíveis problemas;
  • Acesso a relatórios e ferramentas. Tudo visando facilitar a administração de suas vendas e produtos;
  • Gerenciamento dos dados, entrega automatizada dos produtos e recebimento e pagamento das comissões;
  • Na verdade, tudo fica mais fácil de forma que você terá mais tempo para lidar com seus alunos e clientes.

Resumindo:

Ser Afiliado – Como o próprio nome já a define, você se afilia a produtos a fim de promovê-los. Uma vez que a venda acontece, você recebe uma comissão pela venda.

Ser Produtor – Aqui você cria produtos e promove nas plataformas. Mas isso só acontece depois que seu produto é analisado e aceito pela mesma.

Ao criar os produtos, não se esqueça de escolher muito bem qual será o assunto específico que irá por fim a “dor” do seu público.

Após isso, prepare o material que pretende registrar: PDF’s (E-books, manuais, textos, planilhas, check-list, etc), vídeo aulas, templates, plugins, podcasts (áudios) e imagens (gráfico, mapas mentais, infográficos, etc) e envie para a plataforma a fim de iniciar o processo.

Depois de tudo ter sido analisado e aceito, aí sim poderá começar a vendê-los.

# 05 – Sua Identidade – Links, links e mais links…

O próximo passo é conhecer e entender um pouco sobre os links de divulgação e venda.

Os links tem um papel muito importante, pois é por meio deles que as plataformas geram um “ID” ou identidade para cada afiliado que resolver promover determinado produto.

Ou seja, é com o link que a plataforma identifica você e sabe foi por meio dele que a venda foi efetuada.

Sendo assim, através da rastreabilidade que ela pode pagar a sua comissão.

Outra coisa que você precisa saber é que existem os links voltados para divulgação e os voltados para venda.

Dica 1 – Ao se afiliar, procure observar e ver o objetivo de cada link criado e/ou existente.

Dica 2 – Utilize sempre o plugin – Pretty Link para encurtar e “melhorar” a aparência dele para que se torne mais “agradável” ao usuário.

Dica 3 – Sempre ao abrir cada link, observe; isso mesmo faça uma avaliação da qualidade do que é apresentado.

# 06 – “O Aditivo” – Material e Informações para Promover o Produto

Esse ponto eu considero fundamental para ambas as vertentes. Entenda…

Aqui eu já vou te deixar essa dica que será útil em ambas as situações.

A primeira é para quando você atuar como afiliado.

Procure sempre, antes de se afiliar a qualquer produto para promover, verificar se o produtor deixou algum tipo de material que irá te ajudar em seu trabalho.

Vou te explicar melhor… É o seguinte, muitos “produtores” acham que basta apenas criar um produto de qualidade e submeter à plataforma para análise.

Entretanto, esquecem que “você” afiliado, precisa de material complementar para fazer a divulgação.

Agora você deve estar perguntando… Que material é esse?

São banners com tamanhos variados, páginas de venda, templates de e-mails, etc. Tudo isso é para facilitar o seu trabalho. Vídeos de depoimentos, funil de venda, Download de E-books e muito mais.

Só que infelizmente, a maioria não pensa dessa forma e apenas lança o produto.

E o engraçado que o produto pode ser até bom, mas ter o material complementar para promover também é importante e sem ele, tudo fica mais difícil e trabalhoso.

Então lembre: Antes de afiliar-se, avalie o produto e veja se há material complementar. Pois, é você que irá promovê-lo, “sua imagem”. Pense nisso.

Agora, acho que nem preciso entrar no detalhe do produtor quanto a esse assunto. Rsrs.

Brincadeira… Na verdade, você como produtor, deve sempre apresentar um produto “completo”.

Que vá atender a necessidade do público (futuro cliente), mas também irá ajudar o afiliado ao longo da etapa de promoção.

Ou seja, disponibilizando o material e as informações para promover o produto.

Conclusão

E aí, o artigo te ajudou? Então, compartilhe com os amigos. 

Se você tem alguma dica extra ou dúvida, então deixe seu comentário aqui abaixo e vamos interagir.

Forte abraço, muito sucesso e até a próxima.

Marcelo.

Conteúdo Exclusivo

Insira seu endereço de e-mail abaixo para receber gratuitamente as atualizações do blog!

Marcelo

~> http://www.GuiaViverOnlineHoje.com/ - Empreendedor Digital - Sempre acreditei que toda pessoa possui virtudes e talentos que ainda não foram descobertos, os quais podem elevá-la a níveis jamais vistos e alcançados. Empreender transforma, mudou minha vida e a maneira de ver o mundo e as pessoas. Hoje vivo trabalhando com Marketing Digital e ajudando outros a conquistarem seus sonhos e ideais por meio desse segmento tão transformador.

Website: http://www.guiaviveronlinehoje.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *