Inbound Marketing – Nova Estratégia de Comunicação nos Negócios

O Inbound Marketing ou também conhecido como “Marketing de Atração” é uma prática que já vem sendo utilizada há um bom tempo.

Na verdade, de acordo com a agência Blueberry, quem deu o start inicial no emprego do termo foi Brian Halligan, que é cofundador da empresa Hubspot.

Entretanto, se você for mais fundo, vai perceber que conforme o mentor americano Peter Druker,  os princípios do Inbound Marketing já vem sendo desenvolvidos e trabalhados há décadas e tem seu principal alicerce no conceito de Seth Godin que está presente no livro “Permission Marketing” (Marketing de Permissão) publicado em 1999.

O que acontecia é que outrora o consumidor não possuía controle algum sobre o que recebia à nível de informação. Tudo acontecia e ainda acontece de forma “agressiva”, desrespeitosa e impositiva, corrompendo o processo de comunicação.

Atualmente, o usuário possui a total liberdade no tocante aquilo que deseja ler ou assistir dentro dos infinitos blogs, sites e fanpages de redes sociais presentes na internet.

Sendo assim, quando recebe algo de forma abrupta e agressiva, simplesmente se defende tomando as ações cabíveis ou segue adiante “jogando tal conteúdo no lixo – spam”.

O que é Inbound Marketing?

Imagine uma forma de literalmente atrair o interesse e conquistar de maneira “amável e respeitosa” o consumidor gerando com isso uma conexão fiel e duradoura.

Isso é o Inbound Marketing. Um conjunto de técnicas aplicadas de forma equilibrada e pontual cujo objetivo principal é fazer com que o consumidor procure, sim venha ao encontro do seu blog ou site de forma espontânea e voluntária.

Diferente do que acontece hoje com o Outbound Marketing ou “Marketing Tradicional” que faz o uso de propagandas e anúncios por meio de interrupções agressivas.

O Inbound Marketing procura agir de forma mais “cirúrgica”, visando atingir um público-alvo específico.

Ele pede “licença” a fim de criar uma ponte de comunicação com a pessoa através do desenvolvimento e compartilhamento de conteúdos de alto valor e grande relevância.

Também conhecido como “Marketing de Atração” ou “Novo Marketing”, o Inbound Marketing visa atrair o maior número de pessoas possível. Então para isso é importante a construção de um bom e seguro alicerce.

Apesar de existirem controvérsias quanto ao número exato de pilares de sustentação, prefiro me ater a criatividade de quem o desenvolve.

Pois marketing de conteúdo, SEO e redes sociais são apenas alguns dentre muitos outros que podem e devem ser aplicados.

O Inbound Marketing foca principalmente nos desejos e necessidades das pessoas.

Resumidamente podemos entender e afirmar que o “Novo Marketing” (Inbound Marketing) é qualquer tática de marketing que se baseia em ganhar o interesse das pessoas ao invés de comprá-las.

Dados a considerar

  1. O Inbound Marketing possui um custo 62% menor do que Outbound Marketing;
  2. As empresas que utilizam blogs conseguem 97% mais links apontando para seu website;
  3. 275% é o ROI (retorno sobre investimento) médio produzido através de estratégias de Inbound Marketing.
  4. 93% dos processos de compra começam com uma busca online.

Conheça as 5 Etapas do Inbound Marketing

  1. Atrair – Atrair tráfego

Ao invés de sair por aí procurando por pessoas de maneira desenfreada desperdiçando tempo e energia, faça ao contrário.

Uma vez que você tem conhecimento das dores, medos, dúvidas e anseios do seu público-alvo, procure produzir conteúdos de alto valor e grande relevância que venham a trazer solução ou se possível minimizar seus problemas.

Para isso utilize as ferramentas de atração necessárias para tal fim. Seguem alguns exemplos: Blogs, vídeos online, fóruns, e-books, infográficos, mídias sociais, links patrocinados, webinários, podcasts, SEO, etc.

Não há nenhuma regra quanto a utilização da quantidade de ferramentas a usar, mas o ideal é que no mínimo estas quatro estejam presentes: e-mail, SEO, mídias sociais e blogs.

  1. Converter – Converter os visitantes em leads

Aqui você terá que observar duas etapas: a primeira é a conversão do visitante em lead. Pois só dessa forma que ele poderá seguir adiante da jornada de compra.

E esse processo de conversão se entende da seguinte forma: se resume unicamente na atitude do usuário liberar seus dados em troca de uma recompensa ou benefício (e-book, infográfico, vídeo, planilhas, etc.).

E a segunda se refere a algo muito comum com que você vai se deparar e resolver que é a diversidade.

Como assim? Sim, é verdade. Deixa eu te explicar.

Após esse processo inicial de atração, muitas pessoas (visitantes) são alcançadas e nesse grupo você terá: curiosos, concorrentes e clientes. Uma depuração será necessária a fim de separar os prospects respectivamente.

  1. Relacionamento – Relacionar-se é fundamental

E importante saber que o fato de conseguir inúmeros contatos não significa fim do processo. As pessoas não saem comprando de você simplesmente assim (esse é um dado pequeno, em torno de 3%).

Primeiramente é necessário criar uma conexão com o usuário e aqui entra a aplicação das mídias sociais e e-mail marketing aliado a entrega de conteúdos de valor e grande relevância volta novamente a tona, a fim de se criar uma relação de confiabilidade.

Só depois de estabelecer a conexão, desenvolver a confiança e educá-lo é que você poderá entrar apresentando sua oferta com a solução para um possível problema existente.

  1. Fechar – Transformar leads em vendas

Entenda que todo esforço empregado na geração e nutrição de Leads tem por objetivo produzir demanda e gerar oportunidades de negócio.

Lembra-se da segunda etapa? Aqui podemos ver a sua importância. Sem ela não iríamos conseguir enxergar aqui quem é o prospect, isto é, o potencial cliente de fato.

E isso, é claro, após ter feito um bom alicerce por meio do desenvolvimento de um bom relacionamento.

Agora sim o caminho fica “livre” para você entrar com a proposta de venda, trabalhando as objeções e eliminando as possíveis dúvidas caso venham a existir.

Tudo se torna mais fácil. Sem as ações anteriores, você não teria um lead qualificado.

E a probabilidade de se vender para um lead qualificado é 8X maior do que para um lead ainda “frio” ou até “morno”.

  1. Fidelizar e encantar seus clientes a fim de fazê-los divulgar seu produto

Acredito que essa é sim a etapa mais bacana, onde você tem a capacidade de analisar as métricas e mensurar com maior índice de precisão o resultado do seu trabalho e a multiplicação dele.

Depois de vários pontos trabalhados visando a conclusão da venda em si, agora é o momento de dar um “up” em tudo, aumentando assim a confiança e a satisfação.

A impressão da excelência do seu trabalho precisa ficar evidente em seu cliente. Portanto não se limite a conceder pequenos “mimos”, dar-lhe algum tipo de bônus, estando “presente” (não desapareça).

O pós-venda é a base para a melhor de todas as propagandas: o boca a boca.

Benefícios do Inbound Marketing

  • Leads Qualificados 

Essa qualificação decorre mediante um simples fato: desenvolver conteúdo útil e específico para um público que está atrás e necessita de soluções específicas.

Isso faz com que o leitor se torne mais próximo. Essa aproximação vai gerar um consumo frequente dos conteúdos de alto valor e relevância além de educá-lo dentro do assunto em questão.

Consequentemente você se torna não apenas uma referência no assunto uma vez que compartilha as informações, mas também um educador, pois estará forjando o usuário até que se torne um lead qualificado.

  • Mensuração 

Diferente do Outbound Marketing, aqui a maneira de se analisar os resultados chegam ao nível de uma “precisão cirúrgica”.

Com as ferramentas disponíveis, torna-se muito mais fácil analisar o número de acessos no blog, cliques nas páginas de captura (landing pages), visitantes no site, leads convertidos, visualização de posts e páginas específicas, conversões além de diversos outros parâmetros existentes. 

  • Custos

Em face da economia atual, de acordo com 92% dos profissionais de marketing americanos, o Inbound Marketing é imprescindível para as empresas.

Pois seu custo é 62% mais em conta do que o Marketing Tradicional (Outbound Marketing) além de produzir um retorno sobre investimento (ROI) mediando os 275%.

  • Marketing com “amor”

Esse benefício se tornou conhecido dessa forma pelo fato do Inbound Marketing utilizar uma metodologia que entende e respeita o “momento de compra e o espaço” de cada usuário.

Para o Novo Marketing fica muito claro a existência das etapas pelas quais a pessoa precisa passar até tomar a decisão de fechar algum tipo de negócio. 

Ciente disso, cada passo é dado e cada conteúdo é criado visando cada fase em que o usuário se encontra. Com isso ela não se conduz de forma invasiva e/ou interruptiva.

Isto é, ela vai acompanhando e conduzindo o prospect pela jornada de compra (funil de vendas) e só apresenta sua oferta quando tem plena certeza de que a pessoa demonstrou interesse pela mesma e está apta para fazer uma escolha de forma segura e consciente.

7 Motivos pelos quais seu Negócio precisa dele

  • Inbound Marketing é mais barato

Pesquisas confirmam que trabalhar com essa estratégia gera uma economia de 62% nos investimentos. Ou seja, é muito mais viável e econômico criar conteúdo por meio de mídias digitais.

Nelas, muitas plataformas possuem gratuidade além de outras exigirem baixíssima necessidade de investimento o que não se pode afirmar das mídias tradicionais, pois possuem uma elevada taxa de investimento.

  • Não ter uma estratégia de Inbound Marketing pode lhe fazer ficar atrás dos concorrentes 

Com a grande competitividade existente hoje no mercado você não pode se dar ao luxo de permanecer “engessado”.

Todos estão se atualizando, se reciclando a fim de ocupar uma posição cada vez melhor dentro do seu segmento.

Um fato que já foi constatado é que as marcas que já adotaram a prática do Inbound Marketing estão atingindo um percentual de 275% em seu retorno sobre investimento.

Muitas empresas que já utilizam o Inbound Marketing estão conseguindo atingir resultados bastante expressivos.

E o mais bacana é que não há nenhum tipo de limitação quanto ao setor ou mercado, tudo depende da eficácia como o Inbound Marketing é aplicado em sua empresa.

  • As pessoas não estão disponíveis para ver a sua publicidade

Sua empresa deve estar onde o público se encontra, onde ele verdadeiramente está.

Com a correria em que vivemos e uma vida cada vez mais imediatista, o tempo se tornou artigo de luxo.

Estamos cada vez mais ocupados e com a avalanche de ofertas de produtos digitais vivemos conectados em nossos celulares, tablets e TV’s a procura de assuntos do nosso interesse.

E por onde estamos navegando? Exatamente pelo mar de blogs, sites, redes sociais que falam sobre o que estamos a procura.

  • Você sabe onde exatamente seu investimento está 

Aqui a grande vantagem é a capacidade de saber precisamente onde cada, onde e quanto valor foi investido. Tudo é mensurável. A palavra de ordem é precisão, exatidão.

Através das ferramentas existentes temos acesso as métricas específicas que nos dão um mapeamento detalhado de todas as ações: compras, visualizações, conversões e campanhas correntes, com isso, tudo se torna otimizável a fim de se obter um melhor ROI (retorno sobre investimento).

  • Clientes engajados geram propaganda gratuita

Não existe nada melhor do que saber que sua marca está sendo divulgada por meio de uma prática outrora já existente, entretanto, agora intensificada por meio da internet e redes sociais.

É o boca a boca otimizado para o meio digital! Isso acontece quando a conexão é fundamentada (relacionamento) com seu público-alvo.

Sua interação com ele, sua iniciativa e preocupação em ajudá-lo vai transformá-lo em um cliente não apenas ativo, que consome seus produtos e serviços, mas que também te conhece, confia em você e é comprometido em levar sua empresa para seu círculo de amigos, familiares e conhecidos e o melhor, gratuitamente.

  • Não é despesa investir em Inbound Marketing 

Aqui é importante você entender uma diferença muito simples.

Enquanto no Marketing Tradicional você investe visando uma taxa de conversão praticamente imprevisível e com tempo determinado (contratual), no Inbound Marketing, ocorre totalmente ao contrário.

Ao investir em conteúdos de alto valor e de grande relevância seja no seu blog ou em mídias sociais, esse conteúdo ficará full-time a disposição dos consumidores.

Isso mesmo! On-line, 24 horas por dia, eternamente acessível e disponível para seus clientes.

Isso não caracteriza uma despesa, mas sim um super investimento!

  • Resultados exponenciais 

A aplicabilidade do Inbound Marketing em sua empresa proporciona um estreitamento dos laços de comunicação com seu público-alvo.

E acredite, essa aproximação trará a você um resultado exponencialmente elevado no tocante a relacionamento, satisfação e comprometimento.

E basta você vincular essa estratégia a uma boa técnica de vendas que você verá seus resultados alavancarem a longo e médio prazo.

Diferenças entre Inbound Marketing e Outbound Marketing

Em poucas palavras podemos diferenciá-los da seguinte forma:

Inbound Marketing

Inbound marketing é uma técnica de marketing mais disponível e praticável, razão pela qual, muitos pequenos empreendedores fazem uso dele. 

A ideia de utilizar o “Marketing de Atração” ou “Novo Marketing” é que você tem a possibilidade de segmentar um público-alvo, dessa forma, poderá oferecer conteúdo de alto valor e grande relevância a fim de atraí-los para descobrir mais sobre seus produtos e/ou serviços. 

Então, na prática, você disponibiliza uma recompensa e/ou possível solução para um problema a fim de fazer seu público alvo vir até você.

Esta metodologia é extremamente eficaz por uma série de motivos. Primeiro; você não estará tentando “acertar” consumidores que estão a procura dos seus produtos e/ou serviços.

Pelo contrário, “seu tiro será certeiro”, sua margem de acerto será alta. Fato é: inúmeras são as formas de se coordenar uma tática de Marketing de Atração eficaz, porém todas elas exigem uma presença on-line.

Outbound Marketing

Outbound marketing é uma técnica mais agressiva onde a empresa anuncia seus produtos e serviços, porém não apresentando, mas quase que “empurrando” suas informações aos consumidores ainda que estes não estejam a procura das mesmas.

Essa prática acabou por rotular o Marketing Tradicional (ou Velho Marketing) como “Marketing Interruptivo”.

E os mecanismos usados para tal fim são: televisão, rádio, anúncios impressos, endereços diretos, entre outros.

E é dessa forma que funcionou e ainda funciona, porém isso tem um preço alto para sua empresa, pois você estará pagando um custo caríssimo por uma abordagem invasiva, interruptiva, mal planejada e programada; e o pior, sem nenhuma perspectiva de sucesso.

 Conclusão

Se você parar para observar, irá perceber que o Inbound Marketing já está aí, espalhado em todos os lugares. Não vou afirmar aqui que o Outbound Marketing sairá de cena, pelo contrário. Ele também tem seu papel de importância quando utilizado com bom senso.

Entretanto, se você deseja estar um passo a frente dos outros e colocar seu negócio digital em uma posição de destaque e autoridade, não pense duas vezes.

Com as mudanças que nossa sociedade tem sofrido e a comunicação on-line evoluído diariamente o Inbound Marketing se tornará imprescindível nas empresas. Digo melhor… Já se tornou peça indispensável!

Hoje, cada vez mais o contato direto com o cliente se faz necessário. De forma a atrair as pessoas certas para o produto e/ou serviço certo e o mais importante no momento certo.

Pense nisso e vamos em frente! E aí, o artigo te ajudou? Então, compartilhe com os amigos.

Se você tem alguma dica extra ou dúvida? Deixe seu comentário aqui abaixo e vamos interagir.

Forte abraço e muito sucesso!

Marcelo.

 

Marcelo

~> http://www.GuiaViverOnlineHoje.com/ - Empreendedor Digital - Sempre acreditei que toda pessoa possui virtudes e talentos que ainda não foram descobertos, os quais podem elevá-la a níveis jamais vistos e alcançados. Empreender transforma, mudou minha vida e a maneira de ver o mundo e as pessoas. Hoje vivo trabalhando com Marketing Digital e ajudando outros a conquistarem seus sonhos e ideais por meio desse segmento tão transformador.

Website: http://www.guiaviveronlinehoje.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *